Notícias

Você realiza o planejamento da sua safra?

06.05.2020

Seja na hora de abrir um negócio, na elaboração de um novo projeto ou até mesmo no alcance de alguma meta da vida pessoal, o planejamento é um dos momentos mais importantes. Isso porque ele é extremamente relevante para a eficácia de uma boa administração, já que planejar significa traçar metas e objetivos para o que você deseja alcançar para que, a partir disso, a tomada de decisão seja mais fácil. Segundo o portal administradores, ao realizar um planejamento, mesmo que simplificado, as chances de alcançar o objetivo é muito mais efetiva. E na produção de tabaco isso não é diferente. 

Uma boa produtividade de safra e, até mesmo, de toda uma propriedade, depende basicamente de um bom planejamento – o qual irá auxiliar nas atividades diárias e principalmente na correta tomada de decisões. No caso do tabaco, é preciso definir todas as ações que envolvem a cultura antes mesmo da contratação da próxima safra. Em primeiro lugar precisa ser definido a área a ser plantada, a variedade a ser cultivada e o volume que será produzido, por exemplo. Além disso, é importante analisar, acompanhar e registrar todos os custos para projetar os resultados que se pretende obter com a cultura. A partir de um planejamento bem estruturado, evitam-se surpresas e obtém-se mais êxito na execução das atividades durante todas as fases da cultura, tendo assim, uma maior assertividade nos resultados. 

Propriedade Sustentável auxilia no planejamento das propriedades

Como forma de auxiliar o produtor, há 12 anos a Souza Cruz desenvolveu o programa Propriedade Sustentável. O programa é uma parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e federações dos três estados do Sul. O maior objetivo do programa é introduziu a cultura do planejamento e gestão nas propriedades.

E como forma de aprimorar e incentivar ainda mais o planejamento das propriedades, para 2020, o Propriedade Sustentável passará por algumas mudanças. Na nova metodologia, o orientador agrícola do programa acompanhará as propriedades focado na gestão e planejamento delas. Assim, ele irá auxiliar o produtor a realizar a contabilidade e o planejamento técnico e financeiro, com um olhar diferenciado para os cuidados com relação à sustentabilidade total daquela propriedade específica.

Nestes 12 anos, 240 propriedades nos três Estados do Sul do Brasil aderiram ao Propriedade Sustentável. E uma delas é a propriedade da família Oleinik, da localidade de Campo das Crianças, em Virmond (PR), que participa do programa há 7 anos. Para conferir um pouco da história deles, acesse a matéria da OPIT 185.

Fonte: Sustainable Tobacco Programme