Notícias

Trigo: Moinhos iniciam consultas no RS

18.09.2020

Aos poucos as empresas se dão conta do real tamanho e da qualidade da safra gaúcha de trigo para 2020/21 e começam a definir os seus preços, informou a T&F Consultoria Agroeconômica. “A rigor, a safra gaúcha deverá ser de 2.697,6 mil toneladas, contra 2.207,7 mil tons da safra passada, com aumento de 22,2%”, comenta a T&F. 

“Destas, o estado já comprometeu cerca de 900 mil tons para exportação, restando uma disponibilidade ao redor de 1,8 milhão de toneladas à disposição dos moinhos e demais usuários do trigo. Como o estado esmaga algo ao redor de 1,3 MT (neste ano poderá ser mais, diante da boa demanda de farinhas trazida pela pandemia) restaria uma cota extra para ou aumentar a moagem ou vender para outros estados ao redor de 500mil tons”, completa. 

Em Santa Catarina, os moinhos estão aguardando a safra, a maioria abastecidos até o final do mês. “A maioria dos moinhos de Santa Catarina tem estoques para emendar as safras, embora estejam acompanhando as ofertas do trigo paranaense disponível. Mas, raríssimos negócios efetuados. O trigo local só começará a ser colhido em outubro”, informa. 

No Paraná, os preços começam a se definir para safra nova no estado. “Os compradores estão definindo o preço de R$ 1.150 CIF trigo posto Ponta Grossa, mas os vendedores querem isto FOB, para setembro de 2020. No Norte do estado os vendedores pedem R$ 1.200,00 e os compradores oferecem R$ 1.150,00 CIF. Para o mês de outubro o preço dos compradores é de R$ 1.100,00 trigo posto moinho e para novembro R$ 1.050,00 CIF moinho”, concluíram os analistas da T&F Consultoria Agroeconômica. 

 

Fonte: Agrolink