Notícias

Preparação para o mercado

04.02.2020

Desde 1993 o Brasil é líder de exportações de tabaco, sendo também, o segundo maior produtor de tabaco do mundo. O país só consegue manter essa posição porque atende aos mais exigentes padrões internacionais. E um dos principais responsáveis por isso é o produtor integrado que, com seu trabalho e dedicação, consegue entregar um produto com a qualidade que interessa aos clientes internacionais.

Mas para isso continuar, o produtor precisa estar atento e seguir as recomendações do orientador agrícola e as melhores práticas para conduzir cada etapa da produção, desde a semeadura até o enfardamento do tabaco.

Prezar pela sustentabilidade também é um ponto importante para a valorização do produto, assim como a separação.

“Separando e classificando de forma correta, o produtor garante uma maior valorização na hora de comercializar o seu tabaco e, além disso, também consegue eliminar qualquer tipo de material estranho”, ressalta Rodrigo Pick, gerente de Planejamento e Blend da Souza Cruz.

Confira alguns conteúdos que podem auxiliar você a relembrar algumas das boas práticas do cultivo:

- Cuidados no Plantio

- Produção Sustentável de Lenha

- Manejo do Tabaco Curado

- Sanidade do tabaco

E lembre-se: se tiver dúvidas, consulte seu Orientador Agrícola.