Notícias

Educação na era digital

12.02.2020

As novas tecnologias têm possibilitado uma série de oportunidades de aprendizado e essa é a grande vantagem da nova geração, a qual domina bem as novidades tecnológicas deste século. Neste cenário, o meio educacional entende que precisa evoluir para acompanhar essa transformação. Nesta edição da Revista, o vice-reitor da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) (RS), professor Rafael Frederico Henn, fala dos desafios trazidos pela transformação digital com relação à educação e ao agronegócio.

QUAIS SÃO OS DESAFIOS DA INTEGRAÇÃO DO DIGITAL (NOVAS TECNOLOGIAS) COM O MEIO EDUCACIONAL?

Há duas grandes mudanças que são os propulsores da transformação no ensino: primeiro, a nova geração de alunos são nativos digitais e dominam as tecnologias da informação e, segundo, o acesso ao conhecimento é universal e gratuito através da internet. Há alguns anos, o professor era o centro do conhecimento e da informação. Hoje, o aluno tem acesso a qualquer informação através da internet e não depende só do professor para isso. Dessa forma, o professor passou a ter um novo papel na sala de aula. Passou a ser um mentor, planejador, mediador, tutor e orientador do processo de aprendizagem, e o aluno, por sua vez, passou a ser o protagonista. O desafio é saber usar a tecnologia a favor da educação, tanto na sala de aula como fora dela.

COMO CRIAR NOVAS OPORTUNIDADES PARA O APRENDIZADO NESTE NOVO CENÁRIO?

Nunca tivemos tantas oportunidades de aprendizado como hoje. Se acessarmos a internet teremos informação sobre tudo. Há cursos, treinamentos, vídeos, blogs e plataformas de ensino. No entanto, eu acredito que o papel do professor é fundamental na orientação do processo de aprendizagem. Assim como o excesso de luz pode ofuscar os olhos, o excesso de informação pode confundir o estudante.

QUAIS OS PRINCIPAIS AVANÇOS EM TERMOS DE TECNOLOGIA APLICADA À EDUCAÇÃO NOS ÚLTIMOS TEMPOS? O ENSINO A DISTÂNCIA (EAD) É UMA FERRAMENTA RELEVANTE NESTE PROCESSO?

O grande avanço tecnológico é o acesso à internet através de dispositivos móveis cada vez mais acessíveis para a população. O Ensino a Distância (EaD) surgiu a partir dessas tecnologias. No entanto, na minha opinião, o EaD ainda é recente no Brasil, tendo muito a evoluir ainda.

AINDA HÁ MUITA DIFERENÇA ENTRE A EDUCAÇÃO NO CAMPO E NA CIDADE? O ESTÍMULO AO EMPREENDEDORISMO NA EDUCAÇÃO, ALIADO ÀS NOVAS TECNOLOGIAS, PODE SER UM CAMINHO PARA A TRANSFORMAÇÃO?

Quanto a educação, não há diferenças entre o campo e a cidade. O processo de aprendizagem é o mesmo e com o auxílio da tecnologia da informação o processo é facilitado. A educação empreendedora é um propulsor do novo mundo. A tecnologia está alterando todos os negócios e isso terá reflexo nas gerações futuras. Há uma vantagem: eles são nativos digitais. Possuem habilidade de lidar com as tecnologias das informações e isso facilita o processo de adequação.

Lembre-se: Em caso de dúvidas, consulte seu Orientador Agrícola.