Notícias

Dia Nacional da Conservação do Solo

14.04.2021

É do solo que tudo vem, desde o alimento na mesa até a matéria prima para diversos itens utilizados em nosso dia a dia. O solo fornece várias condições para o ser humano seguir sua vida e ter um sustento digno.

Como forma de prestigiar e permitir que a sociedade reflita sobre o cuidado e a preservação deste importante aliado, em 15 de abril, comemoramos o dia Nacional da Conservação do Solo. Do ponto de vista da agricultura, a conservação do solo é definida como a aplicação de conjunto de práticas que permite o uso sustentável e contínuo da terra, garantindo que, além de nossa geração, as futuras também possam usufruir desse benefício natural.

Para a BAT Brasil, a utilização de práticas conservacionistas e que colaborem para entregar um solo cada vez mais fértil é compromisso que já vem sendo cumprido. Para isso, incentiva os produtores a ela integrados a adotar as tecnologias que permitam conservar a qualidade do solo e que ofereça benefícios propriedade rural. São através dessas práticas conservacionistas que o produtor poderá usufruir deste solo de forma sustentável.

A recomendação inicial é realizar a análise do solo, pois é necessário mensurar quais as correções necessárias para manter a fertilidade. E o produtor integrado tem papel essencial para realizar essas correções e proteger esse bem precioso quando:

A IMPORTÂNCIA DO CAMALHÃO ALTO DE BASE LARGA (CABL)

Essa técnica indicada pela BAT Brasil aos produtores integrados foi reconhecida, em julho de 2020, como prática conservacionista pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Após um estudo técnico analisando propriedades que aplicavam o CABL, foi comprovada a capacidade dessa tecnologia de reduzir a erosão do solo, contribuir diretamente para o meio ambiente e para a conservação do solo com a implementação da palhada e da produção em nível, aumentar da produtividade  da propriedade, estabilidade da safra, além de outros benefícios. Confira mais sobre esse assunto clicando aqui.