Notícias

Combate ao Trabalho Infantil

12.06.2019

A Souza Cruz desenvolve desde 1977, ações para a erradicação do trabalho infantil na produção de tabaco. Por acreditar que lugar de criança é na escola, a empresa possui, desde 2009 (quando assinado o Termo de Compromisso com o MPT), o monitoramento e cadastro de matrícula e frequência de 100% das crianças e adolescentes residentes nas propriedades as quais os produtores são integrados à Souza Cruz.

Este monitoramento é realizado através do acompanhamento dos Orientadores Agrícolas, que devem conferir, cadastrar, monitorar e recolher os atestados de matrícula e frequência escolar de todas as crianças e adolescentes menores de 18 anos residentes nas propriedades integradas. Ressaltamos que todos os produtores integrados são orientados sobre a legislação que proíbe o trabalho de crianças e adolescentes na cultura do tabaco. Hoje são:

 

Em caso de dúvida, consulte seu Orientador Agrícola.