Notícias

A importância da rotação de cultura

03.04.2018

Entende-se por rotação de cultura a sequencia ordenada de diferentes culturas, no tempo e no espaço. A condição ideal de um sistema de rotação de culturas é aquela que adiciona matéria orgânica de boa qualidade e de forma contínua.

  •  A rotação de culturas é fundamentada:

- No fato de uma cultura extrair do solo, para seu desenvolvimento, maiores quantidades de determinados elementos minerais do que outros;

- Nos diferentes sistemas radiculares que exploram profundidades variáveis do solo;

- Nos diferentes tipos de cobertura;

- Na adição de matéria orgânica de qualidade diferenciada;

- No controle de pragas e doenças;

 

  •  As principais vantagens da rotação de culturas são:

- Aumentar a fertilidade do solo;

- Diminuir a incidência de pragas e doenças;

- Obter melhor resultado econômico através de um adeuqado planejamento das culturas;

- Controlar as ervas daninhas com o mínimo de despesas.

 

Monocultura, ao contrário, é a repetição ano após ano, e sobre a mesma área, de uma mesma espécie de cultura comercial, anual ou perene, provocando o aumento de pragas e doenças, redução de produtividade e esgotamento do solo.

O plano de rotação de culturas deverá ser realizado após um bom estudo das áreas disponíveis da propriedade, respeitando a combinação de culturas, seus ciclos biológicos e a vocação agrícola do solo. Estudos realizados na região Sul do Brasil têm mostrado que, nos últimos anos, o plantio direto cresceu de forma significativa. É evidente que o uso de adubos verdes, plantas ou cultivos de cobertura também.